Avaliação

Avaliação por Especialidade

Esta avaliação é realizada de acordo com a necessidade do paciente, encaminhamentos e demanadas. Quando há necessidade de mais de uma especialidade e a avaliação é feita concomitantemente, passa a ser interdisciplinar.
è composta por:
1. Anamnese
2. Encontros com a criança/adolescente ( números de encontros de acordo com a especialidade).
3.Estudo de caso
4. Devolutiva com entrega de relatório

 

Avaliação Interdisciplinar nos desafios da aprendizagem.

Esta avaliação é realizada por mais de uma especialidade, dentre elas, neuropsicologia, fonoaudiologia, psicopedagogia, terapia ocupacional e processamento auditivo em crianças e adolescentes, que estão com algum impasse em seu processo de aprendizagem, sejam estas devido à questões cognitivas, atencionais, de leitura, escrita, processamento auditivo, habilidades matemáticas e, ou emocional. Indicada nas hipóteses de dislexia, disgrafia, disortografia, discalculia, TDAH, transtorno da coordenação motora, dispraxia.

PROCEDIMENTO DA AVALIAÇÃO INTERDISCIPLINAR:

1 - Seleção das especialidades necessárias para cada caso;
2 - Anamnese realizada com equipe selecionada junto à família e no mesmo encontro.
3 - Avaliação do paciente com cada profissional e individualmente (Número de atendimento de avaliação de acordo com a necessidade de cada especialidades);
4 - Estudo de caso com equipe do Espaço CEL;
5 - Elaboração do relatório da avaliação interdisciplinar;
6 - Devolutiva à família e entrega do relatório da avaliação realizada.

 

AVALIAÇÃO DO PROCESSAMENTO AUDITIVO

A avaliação do Processamento Auditivo é composta por vários testes padronizados que tem o objetivo de verificar a maturação das vias auditivas, o funcionamento auditivo e a organização cerebral. Sendo assim, ocorre a identificação dos mecanismos e processos auditivos deficitários/imaturos, e ou, eficientes/ maduros e a caracterização do perfil auditivo de acordo com os resultados.

Além disso, a avaliação do Processamento Auditivo tem como objetivo proporcionar um parâmetro de medida quantitativo da qualidade de audição e contribuir no diagnóstico e no tratamento de diversos transtornos da comunicação oral e escrita.

Para fazer avaliação de Processamento Auditivo é necessário se submeter, inicialmente, à audiometria e à impedanciometria para avaliar as condições de detecção do som e a mobilidade dos sistema típano-ossicular.

 

AVALIAÇÃO DE PEP-3

O PEP-3 é uma Avaliação Psicoeducacional Individualizada para Crianças com Transtornos do Espectro do Autismo, elaborado a partir de uma abordagem desenvolvimentista, como um instrumento sensorial tendo por objetivo medir a idade de desenvolvimento de crianças, através da avaliação de comportamentos típicos do autismo como também de transtornos correlatos da comunicação (SCHOPLER et al., 1990). A principal finalidade do PEP (perfil psicoeducacional) está no perfil do desenvolvimento da criança autista, a fim de nortearmos uma terapêutica mais adequada ao avaliado.
Temos ciência de que hoje os instrumentos para avaliar as capacidades e habilidades dessas crianças, principalmente não verbais, são limitados. Nesse sentido, este instrumento é importante porque poderá ser mais um instrumento capaz de ajudar no desenvolvimento do planejamento de programas educacionais, assim como poderá auxiliar na classificação do diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista (TEA).
Pode ser aplicado em crianças de 2 anos à 7 anos, ou maiores de 7 anos não alfabetizadas.

PROCEDIMENTO:

1) Anamnese com os pais
2) Avaliações com a criança
3) Devolutiva com os pais

















Quem somos

  • Somos um espaço formado por uma equipe interdisciplinar com profissionais experientes nas áreas de fonoaudiologia, psicologia, neuropsicologia, terapia ocupacional, integração sensorial, psicomotricidade, psicopedagogia, pedagogia, neuropsicopedagogia, neurologia, psiquiatria da infância e adolescência.

     

    Saiba +

Newsletter

Siga-nos!